Lei Cidade Limpa

Está em vigor em São Paulo a lei que cria o projeto Cidade Limpa, que regulamenta e restringe a poluição visual na cidade de São Paulo. Ou, em suas próprias palavras, "dispõe sobre a ordenação dos elementos que compõem a paisagem urbana do Município de São Paulo".

É, sem dúvida, uma iniciativa louvável, mas que gera protestos, sobretudo por não prever criação de empregos, o que é um problema. Hoje existe toda uma indústria voltada para publicidade em carros de som, outdoors, placas publicitárias etc, logo, essa lei criará uma legião de novos desempregados que o já saturado mercado de trabalho não terá condições de empregar.

Mas o pior mesmo é que entidades abastadas já entraram na justiça e ganharam o direito, pelo menos em liminar, de ser liberadas do cumprimento da lei. A lei acabará só se aplicando aos mais pobres.

Assim vê-se que, no Brasil, mesmo hoje, cobre-se um santo para vestir outro. Como viverão as pessoas que perderam/perderão seus emprego?

1 comentários:

radiovolante disse...

Sou a favor da Lei Cidade Limpa.
Vamos limpar São Paulo e qualquer outra cidade do país da violência, da saúde de quinto mundo, da escola pública de péssima qualidade, da falta de transporte público decente, dos apagões aéreos, vamos fazer uma limpeza nos meninos de rua, vamos abrigar os desabrigados, vamos fazer uma limpeza nas favelas e construir casas populares pra quem precisa delas, vamos limpar as ruas dos buracos, vamos limpar os bueiros pra que não hajam enchentes, mas antes disso tudo, precisamos limpar os palácios, as câmaras de vereadores, as assembléias legislaticas, a câmara federal, o senado e o próprio palácio do planalto, precisamos limpar o Brasil desses políticos interesseiros e corruptos. Jorge